Internet

OPS Fiscalize: aplicativo permite que você fiscalize gastos irregulares de deputados

Trouxe esse post do Facebook da @rebiscoito pra cá porque acho importante repassar pra todo mundo ficar de olho.

(…)

Ontem descobri um aplicativo que não sei como ainda não tá SUPER famoso. Ao invés de ficar compartilhando absurdos políticos sem checar se é verdade, todo mundo deveria estar perdendo seu tempo usando esse app.

O app chama OPS Fiscalize e já conseguiu economizar cerca de R$5,5 milhões de dinheiros do nosso cofre público.

Logomarca1

Os políticos recebem algo chamado “verba indenizatória“, que é o famoso reembolso, e esse dinheiro sai do nosso bolsinho. Eles têm direito a receber reembolso de serviços tipo táxi, correios, passagens aéreas, alimentação, acomodação, etc. Mas pra receber existem regras, né? Eles não podem ir, por exemplo, almoçar com os bróders e dizer “hoje o almoço é por minha, migos!”. Os reembolsos são individuais e, teoricamente, deveriam ser pedidos quando o gasto foi relacionado a trabalho. POIS BEM…

Esse app maravilhoso junta os pedidos de reembolso de todos os políticos e nos dá a opção de analisá-los e dizer se achamos que são suspeitos ou não. A gente analisa o valor, o estabelecimento e o político em si, e nossa análise vai para o banco de dados do app e depois eles pegam os mais suspeitos e fazem uma fiscalização mais aprofundada.

Confirmada a falcatrua, eles fazem uma denúncia legal e pedem que o político devolva a grana aos cofres públicos. Não é lindo?

De acordo com uma notícia do Uol, “Marco Feliciano, Brunny, Paulo Feijó e Benjamim Maranhão são alguns dos parlamentares federais que admitiram o uso indevido da verba indenizatória e ressarciram ou estão ressarcindo os cofres da Nação“.

Lucio Big, criador do app, tem um canal no YouTube com uns vídeos contando as histórias mais absurdas de pedidos de reembolso. Ele mostra os políticos que fazem parte da “bancada dos comilões“, por exemplo, que são aqueles que gastam rios de dinheiro em restaurantes que eles até ligam para saber o preço do prato mais caro. Então o prato mais caro do restaurante custa R$70, por exemplo, e o pedido de reembolso foi de 200 pilas. Ele analisa até os horários que o cara come, o fato do cara conseguir comer em um restaurante em Brasília e meia hora depois já estar comendo de novo em um restaurante em Porto Alegre… Enfim, pega os caras no pulo. É lindo!

OPS

A gente sabe que político já ganha muito mais dinheiro do que deveria, porque além do salário, eles têm vários gastos cobertos pelo governo (isso sem contar o dinheirinho da corrupção né?). Sabemos também que há uma transparência nos gastos que teoricamente são “legais”, mas a fiscalização é uma merda e a gente também nem sabe direito como procurar por isso (porque né, usabilidade dos sites oficiais do governo mandou beijos!). Então um app como esse é super necessário pra tornar real a fiscalização, cobrança e até punição dos políticos que fazem merda. Quanto mais a gente ficar em cima e encher o saco dos caras, menos dinheiro eles vão roubar da gente.

Siga a @rebiscoito no Twitter.

Deixe um comentário

O artigo escrito por:

Publicitário, blogger, youtuber e uma graça.