Internet

Campanha no Facebook arrecada livros de literatura para presidiárias

Foto: Nilton Rolin.

Um grupo de mulheres dispostas a mudar a realidade de presidiárias na cidade de Foz do Iguaçu/PR desenvolveu o projeto Abra a Janela: o projeto visa a arrecadação de livros destinados ao Centro de Ressocialização Feminino de Foz do Iguaçu (Cresfi).

Segundo a jornalista e coordenadora do projeto, Stela Guimarães, “a campanha começou pelo Facebook como uma iniciativa voluntária e não institucionalizada para coleta de livros de literatura para benefício das mulheres que cumprem pena no Centro de Ressocialização Feminino de Foz do Iguaçu (Cresfi). O local abriga hoje 252 presas.
Nesta primeira etapa, o foco é recolher os livros de literatura para formar a biblioteca da unidade, que já conta com um acervo pequeno de literatura. Também estamos recebendo cadastro de voluntárias para ajudarem na oficina de resenha que será montada na segunda fase do projeto. O Abra a Janela deve ajudá-las no processo de ressocialização (conhecimento, instrução e cultura é poder) e também na remissão da pena. No Paraná, uma lei estadual, aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado, instituiu o Projeto Remição pela Leitura, que permite o abatimento da pena em quatro dias a cada livro lido e resenhado, com limite de um livro por mês ou 12 por ano.
A proposta principal é estimular a leitura. Não apenas ajudar na remissão da pena, mas ajudá-las na ressocialização e disseminar a literatura, uma forma de elas viajarem mesmo enclausuradas. Por que o Cresfi? A unidade é recente e ainda não dispõe da mesma estrutura que os demais presídios de Foz do Iguaçu. Por abrigar apenas mulheres, o projeto também contribui para a formação das apenadas e, consequentemente, para a emancipação e empoderamento feminino.
Os livros passarão por uma triagem, conforme orientação do Departamento de Execuções Penais do Paraná (Depen). O que não puder ser entregue à biblioteca do Cresfi será repassado à biblioteca do Cidade Nova, bairro da cidade.
O Conselho da Comunidade de Foz do Iguaçu vai adquirir estantes para a ampliação da biblioteca, com a campanha. Segundo a presidente do conselho, Luciane Ferreira, outra necessidade é a de voluntárias para capacitarem as presas na elaboração das resenhas. “Elas leem, mas muitas vezes não sabem como fazer as resenhas”, afirmou.
Hoje, o Cresfi abriga 252 mulheres em três regimes: provisório, semiaberto e fechado.”

COMO AJUDAR
Em Foz do Iguaçu/PR, encaminhe os livros ao Conselho da Comunidade Fórum Estadual, na Avenida Pedro Basso, 1001 – Jd Polo Centro CEP: 85863-756. O telefone é o 45 3522-3212. O horário de atendimento para entrega pessoalmente é das 12h às 18h. Outro ponto de coleta é o Pomare Empório, na Rua Marechal Deodoro, 1562 Foz do Iguaçu – PR. O telefone para contato (45) 3025-1201 .

Quem é de fora pode contribuir enviando os livros via PAC dos Correios. O endereço é Rua Marechal Deodoro, 1011, apto 401, CEP 85851-030, Foz do Iguaçu – PR. Aos cuidados de Stela Guimarães. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail stelajornalista@gmail.com.

Para mais informações, acompanhe a página do projeto no Facebook: Abra a Janela.

15/01/2014

Deixe um comentário

O artigo escrito por:

Publicitário, blogger, youtuber e uma graça.